Perdizes - (11) 3673-8520 / Osasco - (11) 3681-8677 provaccina1@uol.com.br

Por Dr. Renato de Ávila Kfouri

Com o nascimento de um filho nasce também a figura de um pai, que se não é o centro das atrações como a mãe e o bebê, tem fundamental importância na formação da personalidade e na educação do filho.

No início o homem custa a perceber o seu papel de pai e funciona como um contínuo, que busca a pizza, ferve a chupeta, recebe as visitas e outras funções burocráticas.

Com o passar do tempo o pai descobre o seu verdadeiro papel de educador e formador. É preciso participar de uma forma mais atuante possível na vida dos filhos, nas diferentes fases de desenvolvimento.

O Pai não deve ser um mero espectador, deve aprender a lidar com as coisas da criança ao seu modo, com o choro, a troca de fraldas e não recorrer à mãe ao primeiro obstáculo, criando assim o seu próprio estilo que a criança logo reconhecerá.

Muitas tarefas podem ser executadas pelo Pai, como dar banho, alimentar, trocar fraldas, passear e contar histórias, que desde cedo servirá de conforto e contato entre Pai e Filho.

É preciso que os Pais respeitem o momento de fragilidade da mulher: talvez ela não se interesse por sexo logo após o nascimento; carinho nessa fase é fundamental pois é do que ela mais necessita.

Ir às consultas do Pediatra é também uma forma de estar presente e de colaborar para um desenvolvimento saudável da criança. Procurar transmitir com atitudes e não só palavras valores que considera importantes como a segurança, amor, proteção e confiança.

A hora de brincar é uma excelente oportunidade de estar com o seu filho, é o momento de ouvir músicas, contar histórias, conversar sobre o seu dia e de criar jogos, sentar ao computador com ele, chutar bola ou mesmo um simples passeio caminhando até a sorveteria da esquina. Quanto mais simples forem os programas mais perto dos filhos estarão os pais.

A hora da alimentação é também um momento em que se pode participar do dia a dia da criança. Alimentar o bebê ou sentar à mesa com o filho é um momento de grande intimidade, aproveite para falar com ele sobre a escola, seus brinquedos, o seu dia e fazer planos para o fim de semana ou as férias.

Durante o dia, enquanto trabalha, procure dar alguns telefonemas para o seu filho, ao ouvir a sua voz ele estará lembrando que você se preocupa com ele.

Quanto mais a criança cresce a relação entre Pai e filho se torna mais madura e a base de amor e carinho construída nos primeiros anos de vida será o alicerce da vida futura da criança.

 Perdizes - (11) 3673-8520 / Osasco - (11) 3681-8677            provaccina1@uol.com.br